Prefeitura de Itaquá promove encontro para debate de educação inclusiva

encontro-do-ciclo-formativo-1

O Núcleo de Formação Acompanhamento Pedagógico e Avaliação da Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semecti), realizou na sexta-feira, 11, o Encontro do Ciclo Formativo para as professoras do Atendimento Educacional Especializado (AEE). O evento aconteceu nas dependências do auditório, na sede da Secretaria de Educação.

 O objetivo do encontro é possibilitar às professoras, formadoras do AEE,
espaço para debater suas dificuldades de trabalho, discussão de casos
dos alunos com deficiências e as relações dos profissionais das escolas.
Participaram 24 professoras, as responsáveis pelos serviços nos polos.
São 18 polos, dentro de escolas municipais e distribuídos em regiões do
município. Elas também realizam o trabalho de itinerância, visitam as
escolas que possuem estudantes com deficiência e nelas desenvolvem um
trabalho conjunto com os professores da classe comum.
“Todos os grupos foram ouvidos e elencaram as estratégias para
intervenções necessárias à resolução dos problemas levantados”, comentou
Nilva Guedes de Souza, responsável por mediar os encontros.
De acordo com a legislação educacional, a educação especial é uma
modalidade que envolve todos os níveis, etapas de ensino e é responsável
por realizar o atendimento especializado, disponibilizando os recursos e
serviços, orientando quanto a sua utilização no processo de ensino e
aprendizagem nas turmas comuns do ensino regular.
O AEE tem como função identificar, elaborar e organizar recursos
pedagógicos e de acessibilidade que eliminem as barreiras para a efetiva
participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas.
Esse atendimento complementa e/ou suplementa a formação dos alunos com
vistas à autonomia e independência na escola e fora dela.
Para ano de 2020, o secretário de Educação, Fabiano Oliveira de Novais
pontuou que esses encontros farão parte do calendário  da Semecti. “O
processo de formação continuada, com foco na educação especial, busca
identificar como os saberes interferem positivamente na prática
pedagógica e se  faz necessário para o crescimento profissional de
professores atuantes na educação inclusiva”.

encontro-do-ciclo-formativo-2 encontro-do-ciclo-formativo-3 encontro-do-ciclo-formativo-4