Responsáveis pelo 35º Batalhão se reúnem com secretária de Educação para implementar ações preventivas de segurança nas Escolas municipais.

86ae8999-c3fc-4871-8ca7-2f50ded72901

Na última quinta-feira (21) estiveram reunidos na Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba (Semecti) o Major PM Tibério Comandante interino e Major PM Doll Sub Comandante do 35º BPM/M de Itaquaquecetuba com as secretária de Educação profª Jane Moura Santos acompanhada de sua secretária adjunta, profª Me. Verônica Cosmo Barbosa. O objetivo do encontro foi tratar de ações preventivas nas escolas em relação à questão da segurança.

Ciente da ação realizada em todas as escolas municipais no dia 20 de março sobre o combate à violência e a proposta de “Ação de Paz” sensibilizado pela tragédia de Suzano na E.E. Raul Brasil, os militares solicitaram o encontro para potencializar a parceria já existente entre as instituições. Desta forma ficou acordado que a Semecti passará as demandas pertinentes à Polícia Militar (PM), após os encontros de roteiros da Supervisão que ocorrem, todos os anos, bimestralmente com o grupo de escola de cada supervisor. Após esta ação a pretensão da PM é reunir-se com os diretores, em grupos específicos, objetivando orientá-los sobre a questão da violência e de forma individual para tratar da realidade de cada comunidade bem como aproximar a escola da comunidade.

Para a secretária de Educação Jane Moura Santos, esta parceria entre a Semecti e a PM tem sido muito importante “uma vez que hoje nós precisamos trabalhar em parceria, pois somente somando forças poderemos minimizar os impactos da violência que dia a dia tem assolado nossas escolas e, sobretudo nossas crianças e familiares,” destacou Jane.

Do mesmo modo a secretária adjunta de Educação, profª Me. Verônica Cosmo Barbosa, explicou que a presença da PM nas escolas municipais ocorre desde o início dos anos 2000, com o trabalho do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e tal ação tem sido muito importante na medida em que o projeto sendo compreendido como um meio para implementar ações de caráter educacional preventiva, auxilia e de forma significativa toda a comunidade escolar e território local, no que se refere, neste caso, a questão de segurança” concluiu a professora.

 

Elizeu de Miranda Corrêa

Assessoria de Projetos Educacionais e Eventos

f3c79aab-0d42-461b-8988-40728a98a215